Atualmente o mundo está cheio de grandes estrelas e personalidades que acabam, de certa maneira, vivendo em um mundo totalmente paralelo ao “mundo real” que nós pertencemos. Seja por muita fama, dinheiro, ganância ou simplesmente por egocentrismo, a sociedade parece estar cada vez mais dividida, perdendo assim seus ideais e suas raízes.

Lionel Messi, considerado por muitos o melhor jogador da história do futebol, comprovou – mais uma vez – que não se enquadra nesse grupo de pessoas que se “exclui” do resto da sociedade. O jogador do Barcelona e da seleção Argentina está liderando, através da sua fundação, a construção do maior hospital da Europa afim de combater o câncer infantil.

A fundação, que leva o nome do craque, juntamente com mais algumas instituições, levantou um montante no valor de 33 milhões de dólares, aproximadamente 130 milhões de reais, que serão destinados à construção do Centro Infantil SJD Pediatric Cancer Center, que tem o objetivo de ajudar todas as crianças que se tratam para combater essa terrível doença. Em Outubro de 2018, Lionel Messi foi, inclusive, o primeiro a doar uma quantia para a arrecadação de fundos para o hospital, o que fez com que diversas outras empresas e fundações abraçassem a causa. A meta de arrecadação foi atingida apenas há alguns meses.

Como uma forma de agradecimento pela maneira que Lionel Messi abraçou a causa, o Hopital Sant Joan de Déu, uma das instituições parcerias do projeto, juntamente com o Barcelona, vincularam vídeos emocionantes onde Messi e as demais crianças aparecem fazendo o sinal que simboliza a luta contra o câncer, sinal que é formado pelo dedo indicador e médio sobre a bochecha.

Esta ação solidária não é a primeira em que a instituição de Lionel Messi se envolve, já que sua fundação coordena diversos projetos de inclusão social ao redor do mundo.

Fonte