Atualmente o mundo está cheio de grandes estrelas e personalidades que acabam, de certa maneira, vivendo em um mundo totalmente paralelo ao “mundo real” que nós pertencemos. Seja por muita fama, dinheiro, ganância ou simplesmente por egocentrismo, a sociedade parece estar cada vez mais dividida, perdendo assim seus ideais e suas raízes. Lionel Messi, considerado por muitos o melhor jogador da história do futebol, comprovou – mais uma vez – que não se enquadra nesse

Câncer de próstata: mitos e verdades

Posted by Redação on 8 de novembro de 2019

0
Category: Saúde
Tumor é o segundo mais comum entre os brasileiros, perdendo apenas para o câncer de pele não-melanoma Segundos dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), cerca de 68,2 mil novos casos de câncer de próstata foram registrados no Brasil em 2018. Assim, o problema é considerado o segundo tipo de tumor mais comum entre os brasileiros, perdendo apenas para o câncer de pele não-melanoma. Localizada na parte baixa do abdômen dos homens, logo abaixo da bexiga e à frente
Fatima Rodrigues de Barros, de 61 anos, tem um histórico de saúde delicado e de superação. No final de 2007, recebeu o diagnóstico de câncer de mama. Após diversas cirurgias e radioterapia, foi operada por conta de um tumor benigno no revestimento cerebral e ainda passou por retirada de pedras no rim. Em meio a esses acontecimentos, ainda recebeu um diagnóstico de depressão. Em todos os casos, a consultora de vendas teve de se afastar
Após um mês de tratamento, aposentado mineiro não apresenta mais os sintomas da doença Um homem de 62 anos que estava em estado terminal por conta de um linfoma Hodgkin de alto risco, um câncer hematológico grave, deve receber alta neste sábado, 12. O paciente que tomava morfina todo dia passou por um tratamento 100% brasileiro inédito na América Latina e não apresenta mais os sintomas da doença. O método conhecido como CART-Cell é baseado
Após um mês de tratamento, aposentado mineiro não apresenta mais os sintomas da doença Um homem de 62 anos que estava em estado terminal por conta de um linfoma Hodgkin de alto risco, um câncer hematológico grave, deve receber alta neste sábado, 12. O paciente que tomava morfina todo dia passou por um tratamento 100% brasileiro inédito na América Latina e não apresenta mais os sintomas da doença. O método conhecido como CART-Cell é baseado